Se você monetiza sites na internet, com certeza já foi apresentado a ideia de que os Cookies de terceiros serão em breve substituídos por outra forma de rastreamento de dados chamada FLOC. 

Testes já estão sendo feitos em alguns países e em 2022, começa oficialmente uma nova era da internet e da mídia programática.

Mas, o que é o FLOC?  Federated Learning of Cohorts (FLoC), ou em tradução adaptada “Aprendizagem Federada de Semelhantes”, vem para agrupar usuários da web em grupos de interesses e características semelhantes, como sexo, idade, classe social, formação acadêmica, hobbies e outros. Dessa forma entender como pensam e enviar anúncios segmentados a esses grupos.

Qual o objetivo do FLOC? Igual ao seu antecessor, o cookie, o FLOC tem o objetivo e a tarefa de entender o comportamento do usuário e mostrar a propaganda adequada ao seu gosto e seus hábitos.

O que o FLOC promete?

Para o usuário, mais segurança e facilidade. Primeiramente a questão da segurança, já que agora os dados não serão armazenados de forma individual e sim grupal, ou seja, não há uma pasta de dados para cada usuário, já que esses dados estarão no grupo e é um pouco mais complicado saber a qual usuário pertencem. 

A segunda parte seria a questão da facilidade, já que agora o usuário abre uma conta com seu email e só tem que dar o consentimento uma vez por cada site que acessa, além disso, fazendo o login com o email esse consentimento será reconhecido mesmo que haja uma troca de dispositivos. 

Acabou a canseira de ficar dando consentimento toda vez que entra em um site, após limpar os cookies do navegador, ou ao entrar nos mesmos sites, mas usando outro aparelho.

Para anunciantes e editores que monetizam seus sites, o FLOC promete mais direcionamento, portanto, um aumento na receita de ambos. Com um público alvo mais segmentado a chance de cliques nos anúncios aumentariam consequentemente os ganhos dos envolvidos.

Críticas ao FLOC

O Google foi duramente criticado e até sofreu boicote de vários navegadores à sua nova tecnologia por uma ativação inadvertida durante o período de testes, que supostamente começou a valer para cerca de 0.5% dos usuários sem aviso prévio. 

O Chrome tem concorrentes como Brave, Vivaldi, e o Edge da Microsoft, que usam da mesma tecnologia e eles desativaram o suporte ao Floc em seus códigos como forma de protestar pelas atitudes do Google.

O Floc não chegou ao Safari da Apple até o momento e também surgiram conversas no WordPress sobre a possibilidade de bloquear o Floc por configuração default. Matt Mullenweg postou no Twitter confirmando que eles já possuem a solução para esse bloqueio, mas que nenhuma decisão foi tomada ainda.

Há uma falta de informação sobre o funcionamento do Floc que está causando desconforto na indústria, mas em todas as declarações, o Google parece estar muito confiante de que vai dar tudo certo e de que eventualmente terá o apoio de todos.

Há também uma especulação e preocupação do público em geral sobre um grande banco de dados, como propõe fazer o Floc, ser armazenado em poder de uma única empresa: o Google. Empresa essa, que já acumulou um grande número de processos e implicações jurídicas pelo manejo de dados de usuários.

Como se adaptar sendo um editor que monetiza sites?

Para nós do PubGuru, é muito importante que os editores, principalmente os que usam Header Bidding no processo de monetização de seus sites, pensem em adaptabilidade. Ainda que as coisas ao redor do Floc estejam nebulosas no momento, é preciso estar preparado.

Se você tem um parceiro de monetização que criou uma tag de Header Bidding pra você, é preciso falar com esse parceiro para entender se ele já está se adaptando ao novo, pois o Floc afetará diretamente o Header Bidding.

Um exemplo disso, é que o nosso serviço de Header Bidding, via PubGuru, já está se adaptando ao Floc por meio da tecnologia do Prebid para continuar a oferecer um leilão de qualidade a todos os Editores que monetizam conosco. Também estaremos conectados a API do Floc, uma vez que esteja disponível.

O CEO da MonetizeMore, criadora do PubGuru, gravou 2 vídeos para esclarecer dúvidas no assunto:

  • Privacy First, FlOC e o mundo sem Cookies de Terceiros:

 

  • Google FLOC explicado:

 

Se você não possui um parceiro de monetização para te guiar nesse processo, é preciso estar completamente atento as adaptações vindas de redes de anúncios que você usa e claro, do Google e suas redes.

Outra coisa que estamos todos curiosos a respeito, é o que fazer em relação aos usuários que não dão o consentimento através do Floc, já que para estas pessoas será mostrado anúncios sem segmentação. 

Não se sabe exatamente como isso vai funcionar, mas muitos sites de conteúdo já estão pensando uma solução de conteúdo paga para quem não der o consentimento através do Floc.

Se você quiser ajuda para continuar monetizando e protegendo seu site com sucesso, venha para o PubGuru. O Guru da monetização, com uma equipe de operação de anúncios nos bastidores, preparada monetizar com sucesso na programática em constante evolução!